quarta-feira, 12 de junho de 2013

Dia de gratidão.






Ok, hoje é “o” Dia dos Namorados, embora todos os dias nos enamoramos uns aos outros, a vida, de alguma forma. Por muito tempo abominei essa data, não por estar sozinha, mas por só conseguir fazer a ligação a uma data comercial, onde a mídia e os vários tipos de publicidade “cegavam” as pessoas mais sentimentais.


Continuo com o mesmo pensamento, mas tenho também, mais leveza. Porque não ceder um pouquinho? Não a compra de presentes, mas ao encanto que essa data (embora puramente comercial) nos traz. O olhar para o outro de manhã com um sorriso leve, um coração palpitante de felicidade por ter a pessoa que escolhemos amar ali, ao alcance não só de nossas mãos, mas do nosso coração, da alma. É a vontade não de trocar presentes, mas o sentimento de gratidão. Afinal a vida é um leva e traz de tudo que nela couber.

Há alguns anos o meu Dia dos namorados tem o nome de saudade. Mas a melhor saudade que alguém pode ter. A de saber que meu amado está um pouco longe fisicamente, mas que jajá ele chega. É uma espera vivida com todo o pulsar, os 4 dias que passamos distantes são nada, quando se sente amor, alegria e gratidão por ter por e para quem lutar e voltar.
Então hoje é assim, não vivo de comprar o tal presente, mas de agradecer o 'MEU' presente, Ele...o meu amor!

Aline Frota.